Internet toma Espaço da TV paga nos EUA

O serviço Netflix divulgou essa semana dados interessantes sobre sua performance no último ano, chamando atenção de todo o mundo sobre o futuro da televisão como conhecemos. netflix Coincidência ou não, os dados foram revelados na mesma semana que publicamos aqui um post sobre os rumos da televisão no mundo atual. Os mais descrentes em serviços on demand, anteriormente haviam derrubado os valores das ações da Netflix em 2011, devido a desconfiança sobre a aceitação do serviço. O relatório informa que a empresa conseguiu aumentar em 2 milhões o número de assinantes no país, chegando agora a quase 30 milhões no total. O serviço conseguiu ultrapassar em 500 mil assinantes a HBO, hoje líder no mercado de TV americano. Em janeiro o presidente da companhia já havia desafiado o mercado, afirmando que o objetivo da Netflix era se tornar a HBO antes que a HBO se tornasse a Netflix – conseguiu. As expectativas ficam para um crescimento cada vez maior, graças a aceitação do público e também pelo fato dos televisores smart já virem prontos para rodar o programa. A comodidade de assistir conteúdo de qualidade a qualquer hora por um preço extremamente mais baixo, atrai o público e torna a TV paga atrasada, mesquinha e cada vez mais distante do público. A TV como conhecemos morrerá pela ganância e pela incapacidade de olhar para quem paga pelo serviço, fazendo apenas as vontades das programadoras. Sobre o mercado brasileiro, o relatório trimestral apenas citou a elevação do valor da assinatura de R$15 para R$17 como antes previsto  (reajuste da inflação). Por aqui a dificuldade ainda é a limitação de tráfego praticada pelas operadoras, que mesmo em conexões de alta velocidade, ao atingir o limite estabelecido pelas operadoras assistir conteúdo via Streaming torna-se frustrante. FONTE : exorbeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *