No começo de fevereiro de 2016, a Vivo anunciou um novo modelo de negócios para o plano Internet Fixa, antigo Speedy, que é a divisão responsável por oferecer planos de internet residencial. As declarações da companhia chocaram a internet: a partir de 2017, os planos de banda larga da empresa passariam a ter um sistema de franquia igual aos que já conhecemos no mundo da rede móvel.

Isso significa que, no ano que vem, usuários da companhia terão um limite de dados em gigabytes para navegar na web – e, caso ultrapassem esse saldo, as conexões podem ter a velocidade reduzida ou até mesmo ser cortadas, sendo necessário pagar uma taxa extra para continuar navegando normalmente.

Saiba tudo sobre isso na reportagem “Inferno: a sua internet vai piorar com as novas limitações das operadoras”, com todos os detalhes, e participe da discussão entre usuários nos comentários clicando aqui.

A sua internet vai piorar com as novas limitações das operadoras

Como entrar na luta

Se você quer participar dessa luta, existem alguns meios de se posicionar Informação: faça a informação ser compartilhada. Divulgue textos, notícias e imagens mostrando o quão danosa é a ação. Ajude a informar os seus amigos e familiares.Pressão: você provavelmente depositou o seu voto em vereadores e deputados. Vá atrás deles e cobre uma posição. Use o telefone para ligar, o email para enviar mensagens ou as redes sociais para cobrar ações. Você votou nesses políticos, lembre-se que representar o povo é um dever. Petições: procure petições. Tanto o Movimento Internet sem Limites quanto a PROTESTE estão realizando abaixo-assinados na internet que serão enviados para políticos.